By 

Stitch Encounter (Shanghai Disneyland – Tomorrowland)


Tipo: show de "living character"
Duração: 10 minutos
Tamanho das filas: pequeno
Filas especiais: nenhuma
Termômetro do medo: 0 de 5
Possibilidade de ficar molhado: 0 de 5

A atração estrelada por Stitch não é exclusiva de Xangai. Mas ela não faz parte de nenhum dos dois complexos mais visitados da Disney – o da Califórnia e Orlando, ambos nos Estados Unidos -, então chama a atenção dos visitantes da Shanghai DisneylandStitch Encounter é um show único, chamado de “living character”, como o Turtle Talk with Crush do Epcot e Disney California Adventure. Só que estrelado por Stitch.

A historinha

O alienígena azul, estranho e fofinho está mais uma vez causando problemas. Ele roubou uma nave e agora está viajando por todo o espaço, apenas curtindo seu tempo livre. Nós, os visitantes, estamos neste mesmo momento bem ocupados, visitando o edifício da União Federativa da Galáxia. Quando chegamos ao centro de controle de tráfego espacial, o guia turístico tenta estabelecer uma conexão de vídeo com uma das naves espaciais próximo à Terra. Do outro lado da chamada, adivinha só; está o Stitch (também conhecido como Experimento 626, seu codinome na Federação).

Parte deste enredo é apresentado num pré-show. Em seguida, somos levados para um pequeno teatro, onde o personagem aparece em uma tela para receber nossa ligação, e nós conseguimos interagir com ele em tempo real. As crianças pequenas são convidadas a sentar-se na parte da frente do salão e falar com o Stitch cara a cara. Elas adoram!  É uma oportunidade única de conversar diretamente com um dos personagens mais queridos da Disney. Alguns adultos da plateia também são escolhidos, mas o foco é mesmo nos pequeninos.

O show nunca é exatamente igual, pois a interação direta com o público muda de performance para performance. Algumas cenas, no entanto, estão sempre presentes em cada show; Stitch recebe uma chamada de sua “ohana” Lilo, no final, os visitantes o ajudam a escapar do capitão Gentu, gritando para a tela qual é a melhor rota de fuga – eles mostram um mapa para o público com os dois personagens atravessando portas de diferentes cores, e o público indica qual cor Stitch deve seguir. Algumas piadas recorrentes também são repetidas aqui e ali, diminuindo um pouco a nossa vontade de ficar repetindo a atração.

A tecnologia

Muitos anos se passaram desde a primeira vez em que fui Turtle Talk with Crush. Foi no Epcot, lá para o final de 2005, quando trabalhava de cast member. Mas mesmo tanto tempo depois ainda fico muito impressionada com a tecnologia que permite que esse tipo de atração exista. Não temos à nossa frente uma animação barata; a tela nos mostra o personagem alienígena interagindo conosco de forma perfeita.

Como isso funciona? O show é uma combinação de técnicas gráficas de computador, projeção de imagem e improvisação interativa. A imagem animada de Stitch é um avatar gráfico de computador controlado por um fantoche. Ele é operado nos bastidores por um ator/marionetista, cujo desempenho é digitalizado em tempo real. Seus movimentos e a sincronização dos lábios ativados por voz são renderizados ali na hora e projetados para que a boca do alien se mova em sincronia com as palavras ditas pelo ator. Por isto qualquer pergunta, por mais estranha que seja, pode ser respondida na lata. É um trabalho magnífico de improvisação que passa totalmente desapercebida do público.

Além disso, usando câmeras espalhadas pelo teatro, este ator escondido pode ver o público com quem ele está interagindo. Pode inclusive falar sobre sua aparência e comportamento específicos, e qual sua localização exata na sala. Desta maneira, o Stitch escolhe perfeitamente com quem quer falar na plateia, com indicações como “A criança na direita, vestindo uma blusa azul com cinza”.

O grande porém

Tudo isso parece perfeito, certo? No entanto, na Shanghai Disneyland isto só funciona se você falar mandarim. Toda a atração em Xangai está no idioma local, e os visitantes como eu, que não falam uma palavra em mandarim, não conseguem participar da diversão. As pessoas riam ao meu redor ou seguiam as instruções dos cast members para gritar algo, e eu simplesmente ficava parada, esperando entender algo do que estava acontecendo só pelo contexto. Algumas das cenas e piadas eram bem parecidas com a versão do Walt Disney Studios Park em Paris. Mas não o bastante para eu me divertir no processo.

Se você não fala nada de mandarim, aconselho ignorar o Stitch Encounter com fila. Só iria mesmo se estiver sem nada para fazer ou com 5 minutos de fila. Ou deixaria para ir no de Paris.

Painel na fila do Stitch Encounter


VEJA TAMBÉM

International Festival of the Arts retorna ao Epcot em janeiro
November 16, 2017
Mickey celebra aniversário mais uma vez nos parques Disney
November 03, 2017
Pixar invade o Disney California Adventure em 2018
November 03, 2017
Disney Hollywood Studios terá restaurante inédito na Toy Story Land
October 26, 2017
Eye of the Storm: Captain Jack’s Stunt Spectacular (Shanghai Disneyland – Treasure Cove)
September 28, 2017
Como a Disney usa o Big Data para melhorar a experiência dos visitantes
September 20, 2017
Voyage to the Crystal Grotto (Shanghai Disneyland – Fantasyland)
August 24, 2017
As atrações em Orlando que estão presentes nos parques desde sua inauguração
August 21, 2017
Disney Hollywood Studios ganha preview center de futuras atrações, no lugar da One’s Man Dream
August 14, 2017

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *