By 

Pirates of the Caribbean: Battle for the Sunken Treasure (Shanghai Disneyland – Treasure Cove)


Tipo: passeio de barco 
Duração: 8 minutos
Tamanho das filas: pequeno a médio
Filas especiais: Single Rider
Termômetro do medo: 1 de 5 (escuro, queda, batalhas)
Possibilidade de ficar molhado: 0,5 de 5 (alguns splashes de água durante o percurso)

Entre todas as novidades únicas que o Shanghai Disneyland Park traria em seu lançamento, uma foi destaque na mídia desde o início do projeto: a nova versão do Pirates of the Caribbean. Além de renovar por completo uma atração já icônica, a Pirates of the Caribbean: Battle for the Sunken Treasure seria o ponto central de uma área inteira dedicada ao universo dos piratas. Muito foi falado, mostrado e revelado sobre o projeto. Nada, porém, nada mesmo te prepara para o que realmente é este incrível brinquedo…

A versão mais diferente de Pirates of the Caribbean no mundo – são cinco no total – combina novas tecnologias e inovações com uma história inedita, focada no Capitão Jack Sparrow e seu antagonista Davy Jones. É um ciclo completo na história do brinquedo, já que ambos saíram da franquia de cinema Piratas do Caribe, que por sua vez foi inspirada na atração original da Disneyland – com seus 50 anos recém-completados e comemorados na Califórnia.

Entrando na atração

O fato de estar numa área inteirinha para chamar de sua já deixa este Pirates of the Caribbean numa posição de vantagem em relação aos outros. A Treasure Cove é riquíssima em detalhes, e visitá-la apenas uma vez não nos permite descobrir tudo que há por lá.

A atração segue a mesma linha, com uma fila detalhada e rica. Seguindo a tradição de suas antecessoras, caminhamos por longos túneis escuros e úmidos até chegar ao local de embarque. Mas estes mesmos túneis agora estão recheados de outros elementos. São mapas e imagens penduradas na parede, salas em tamanho real e decoradas para parecer que foram ocupadas pelos tais piratas da atração.

É na fila também que dá para perceber um problema da Pirates of the Caribbean: Battle for the Sunken Treasure: o idioma será, sim, um empecilho. Spoiler para o final: basicamente você vai entender o contexto geral do que se passou no brinquedo, mas não vai entender tudo que aconteceu.

Começa o passeio de barco

Os visitantes embarcam no barco e começa oficialmente a atração. Parece o bom e velho Pirates no início. O restaurante Barbossa’s Bounty toma o lugar do Blue Bayou Restaurant (melhor restaurante da Disneyland) à nossa direita. Navegamos tranquilamente até nos deparar com um crânio falante (sim, em mandarim…) na entrada de uma caverna escura.

Não é só o crânio que nos remete à morte neste momento; os cenários estão povoados por esqueletos de piratas mortos, e a atmosfera é sombria. Pelo menos até a hora em que acontece a homenagem perfeita para a atração original da Califórnia: os três piratas presos e o cachorro segurando estão na caverna, mas com um twist: todos morreram enquanto tentavam pegar a maldita chave!

Sinceramente, mesmo com uma ou outroa mudança, parece que teremos mais do mesmo. Até que no final da caverna, bem na sua frente, a magia acontece. Veja com seus próprios olhos:

Um esqueleto simples se torna o Jack Sparrow e um dos mais perfeitos Audio-Animatronics que já vi! Mesmo depois de ir seguidamente na Pirates of the Caribbean: Battle for the Sunken Treasure e analisar este vídeo à exaustão, ainda não é possível dizer, com certeza absoluta, como os Imagineers  conseguiram fazer este efeito. Mas ele é definitivamente o ponto de partida para este passeio de barco que vai te conquistar para sempre.

Em seguida somos enviados para o fundo do mar, também com a ajuda de efeitos impressionantes, misturando projeção, cenários práticos e telões gigantes. O tamanho de cada cena a partir daqui é diferente de qualquer outra atração Pirates no mundo. Pegue a famosa cena de batalha das outras versões e multiplique por 10, e você chega perto da escala do brinquedo em Xangai. É um momento “uau” atrás do outro – e até os asiáticos, mais tímidos em expressar suas emoções, não conseguem se conter durante o percurso.

Claro que só isso não é o bastante para tornar uma atração excelente. O passeio continua, e vislumbramos tesouros afundados no fundo do oceano, criaturas marinhas (Kraken, sereias e companhia) nadando e damos de cara finalmente com o malvado Davy Jones. Outro surpreendente Animatronics, que rivaliza com o Jack Sparrow visto no começo do passeio.

Pirates of the Caribbean 3

O impressionante Audio-Animatronics de Davy Jones

Davy nos envia de volta à superfície – tá ficando repetitivo, mas outro efeito incrível é usado aqui -, bem no meio de uma batalha naval. Navios gigantes duelam, com tiros, fogos, vento e água, e os visitantes no barco sentem tudo na pele. A batalha continua, agora virando um duelo de espadas entre Sparrow e Jones, em disputa para ter todo o tesouro que vimos antes. SPOILER ALERT – eles lutam tão perto que, quando acabam atingidos por uma enchente, nosso barco não fica ileso e somos jogados para trás no impacto; numa queda DE COSTAS!

Aliás, isto é um importante elemento na Pirates of the Caribbean: Battle for the Sunken Treasure. O barco não usa a pista regular de sempre. Ele vai para a frente, para trás e vira de lado a lado, tudo que for preciso para que o visitante não perca um único detalhe desta atração espetacular.

Pirates of the Caribbean 2

Como deve ter ficado claro pela nossa review, o uso de Audio-Animatronics, efeitos especiais, cenários realistas e telas chamam a atenção. Mas o trunfo desta atração é que eles estão lá para ajudar a nos imergir na história. Juntos, eles nos colocam no meio da ação como nunca antes, de maneira brilhante. São estas as atrações que marcam história e se tornam clássicas, e a Pirates of the Caribbean: Battle for the Sunken Treasure tem tudo para se tornar um marco tão amado quando a original na Califórnia. Não à toa, o brinquedo tem ganho um prêmio atrás do outro.

Confira a Pirates of the Caribbean: Battle for the Sunken Treasure na íntegra para sentir um gostinho do que ela é. Infelizmente, como toda atração com partes no escuro e cheia de movimentação, a gravação não está perfeita…


VEJA TAMBÉM

Disney cria tecnologia para deficientes visuais “sentirem” shows de fogos de artifício
November 21, 2017
International Festival of the Arts retorna ao Epcot em janeiro
November 16, 2017
Mickey celebra aniversário mais uma vez nos parques Disney
November 03, 2017
Pixar invade o Disney California Adventure em 2018
November 03, 2017
Disney Hollywood Studios terá restaurante inédito na Toy Story Land
October 26, 2017
Stitch Encounter (Shanghai Disneyland – Tomorrowland)
October 18, 2017
Eye of the Storm: Captain Jack’s Stunt Spectacular (Shanghai Disneyland – Treasure Cove)
September 28, 2017
Como a Disney usa o Big Data para melhorar a experiência dos visitantes
September 20, 2017
Voyage to the Crystal Grotto (Shanghai Disneyland – Fantasyland)
August 24, 2017

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *