By 

TOP 5 – Mitos famosos dos parques Disney que não são verdadeiros


Sua vida de parkaholic está para mudar depois de ler este post. Estamos avisando. Alguns dos mitos mais bacanas envolvendo a Disney foram investigados a fundo pelo fã-clube oficial D23, e a verdade veio à tona.

O Parkaholic selecionou os mitos envolvendo os parques temáticos que foram revelados, com toda a explicação de onde surgiram. Seguem abaixo, com surpreendentes revelações que todos os fanáticos da Disney deveriam saber. Se você prefere continuar na ignorância, NÃO CONTINUE LENDO ESTE POST! Esteje avisado…

Mito 5 – Há uma quadra de basquete dentro da Matterhorn Bobsleds

Matterhorn Bobsleads 5

O pessoal adora este boato de que há uma quadra de basquete completa e funcional no topo da montanha Matterhorn para os Cast Members para usarem. Bom, mais ou menos. A sala de descanso escondida dentro do pico nevado realmente possui uma cesta de basquete. Então, dá para brincar de acertar umas bolas no cesto, mas nada de partidas completas dentro da atração!

Mito 4 – o símbolo de latão perto do Sleeping Beauty Castle na Disneyland é o centro geográfico do parque

Mito 5

Embora este pequeno pontinho dourado no meio da Disneyland seja importante na história do parque, ele não é o seu centro geográfico. A equipe de topografia da Disneyand o utilizou para ajudar a manter uma linha de visão entre a Main Street, U.S.A. e o Sleeping Beauty Castle na hora de fazer medições. Segundo o Walt Disney Archives, “o marcador em questão é usado para ajudar a manter as linhas de visão central da Main Street, U.S.A. para o castelo e ajuda a garantir medidas consistentes e precisas para este local”.

Mito 3 – Walt Disney é um dos bustos que cantam na The Haunted Mansion

Mito 4

Uma das minhas cenas favoritas em todas as versões da The Haunted Mansion no mundo é esta, dos bustos animadões cantando “Grim Grinnings Ghosts” no cemitério. Na Disneyland, um dos cincos bustos está quebrado ao meio. Não só isso, ele tem uma cara bem, bem familiar. Seria uma homenagem ao Walt Disney?

Este busto misterioso na realidade homenageia outra pessoa importantíssima para os parques Disney, Thurl Ravenscroft. Ele fazia parte de um grupo de cantores dos anos 40 e 50, conhecido como os Mellomen, e são eles que cantam a música-tema da atração. Thurl é o homem por trás daquela voz grave, de barítono, maravilhosa.

Ele faz parte de outros inúmeros projetos da Disney. É sua a voz do anfitrião Fritz na Enchanted Tiki Room, e do deus Tangaroa. Ele também está no Pirates of the Caribbean e várias animações da empresa, incluindo Os Aristocatas. Até fora da Disney você já ouviu sua voz. Nos Estados Unidos, ele deu origem a voz do Tigre Tony, dos sucrilhos Kellogg’s.

Mito 2 – os Imagineers podem desmontar o Cinderella Castle do Magic Kingdom em caso de furacões

Mito 2

Este é particularmente um dos meus mitos favoritos. Imagina a cena. Começa a chover um monte, há um alerta de furação na área. Então uma equipe de Cast Members se junta e começa a dobra as torres gigantes do Cinderella Castle para que ele não seja danificado pelo desastre natural…

A imagem de um castelo desmontável, como uma versão gigante de um origami ou Lego, é muito sensacional, e os fãs da Disney compraram este mito logo que começou, há décadas. Não, ele não pode ser desmontado. Mas a estrutura foi feita sim para aguentar o tranco de um furação. Segundo a edição de 2001 do livro “Walt Disney World Eyes & Ears”: “os Imagineers levou o clima da Flórida em consideração quando projetaram e construíram o castelo, que é feito de concreto, aço, cimento, gesso e fibra de vidro. O castelo pode suportar ventos de furacão de até cerca de 90 milhas por hora (cerca de 144 km/h)”.

Mito 1 – Walt Disney disse: “se você pode sonhar, você pode fazer”

Mito 1

Esta eu tenho certeza que vai deixar muita gente chateada. Apesar desta famosa citação refletir de maneira maravilhosa as ideologias de Walt, não foi ele quem a disse. A frase vem de uma famosa atração clássica do Epcot, a Horizons. Ela fazia parte do Pavilhão de mesmo nome, aberto em 1983 com patrocínio da General Electric, e mostrava como seria o futuro da humanidade. Ela era, inclusive, interativa, e deixava os visitantes escolher qual seria o final da atração. A Horizons e seu pavilhão fecharam em 1999, e deram espaço para o brinquedo Mission: SPACE.


VEJA TAMBÉM

Disney cria tecnologia para deficientes visuais “sentirem” shows de fogos de artifício
November 21, 2017
International Festival of the Arts retorna ao Epcot em janeiro
November 16, 2017
Mickey celebra aniversário mais uma vez nos parques Disney
November 03, 2017
Pixar invade o Disney California Adventure em 2018
November 03, 2017
Disney Hollywood Studios terá restaurante inédito na Toy Story Land
October 26, 2017
TOP 5 – Atrações novas nos parques de Orlando em 2018
October 19, 2017
Stitch Encounter (Shanghai Disneyland – Tomorrowland)
October 18, 2017
Eye of the Storm: Captain Jack’s Stunt Spectacular (Shanghai Disneyland – Treasure Cove)
September 28, 2017
Como a Disney usa o Big Data para melhorar a experiência dos visitantes
September 20, 2017

1 Comentários

Humberto
Reply 22 de maio de 2017

Quase morri com o Desmontar o Castelo da Cinderela 😂😂😂😂😂

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *